9 de outubro de 2015

Dicas para prova de Ciências Humanas 02

Olá pessoal, boa tarde!
Gostaram das dicas de ontem? (espero que sim)
Quem não acompanhou, clique aqui! ;)
Hoje eu trouxe mais dicas do Cláudio Recco.





O que o ENEM exige de você?

a) Interpretar 
O treino, não simplesmente como repetição, é importante para interpretar um texto, na medida em que o estudante amplia seu vocabulário e, ao ler textos cada vez mais longos, desenvolva o poder de concentração. A leitura de qualquer gênero textual e de variadas fontes como jornais e revistas, contribui para saber interpretar linguagem figurada e identificar múltiplos significados de uma mesma expressão.
Fazer fichamento do livro didático ou de outras fontes e resumir textos, também é importante para melhorar a interpretação.
Perceba que a boa compreensão de um texto ou enunciado é feita com mais de uma leitura. Na primeira leitura, identificam-se as informações principais e após a segunda, é possível observar detalhes e entender o seu significado. Em uma prova, é interessante que se leia a questão, leia as respostas e depois volte para a questão, para garantir um bom entendimento do que foi pedido ou mais; dependendo do tempo disponível, faça um rápido esquema com as ideias principais do enunciado. Use marcação no texto, destacando palavras-chaves e as ideias mais importantes.


B) Analisar
A analise crítica é muito exigida na elaboração da redação do ENEM, porém nas questões de Ciências Humanas a cobrança ocorre de outra maneira, uma vez que as questões na forma de testes de múltipla escolha, já apresentam as cinco possibilidades de resposta. Nesse sentido a análise já aparece na questão e cabe ao estudante ter a percepção de identifica-la.

A prova do ENEM exige tanto a análise de grandes sistemas (história macro, estrutural) quanto às particularidades e as experiências de diferentes grupos (micro-história). 
De uma forma geral estamos habituados com o ensino da macro história, com os grandes movimentos e as grandes revoluções e não da micro história, que destaca aspectos peculiares de grupos sociais – como os indígenas do Brasil, com seus costumes – e movimentos sociais de grupos considerados marginais.

Está gostando? Então não pare de ler ;)

c) Comparar
Uma das principais ênfases da prova de Ciências Humanas está colocada nos conteúdos que tratam de problemas sociais. Temas da atualidade estão presentes, de alguma forma, em todas as competências, pois a proposição de alternativas para a resolução de problemas é uma preocupação do ENEM como um todo. Por isso, há muitas questões ligadas aos conteúdos da História do Tempo Presente, privilegiando a compreensão dos processos sociais no Brasil e do mundo na contemporaneidade e em suas relações com o passado. 
Nesse sentido é importante não apenas se manter informado sobre as atualidades como conhecer suas origens e ser capaz de propor alternativas lógicas e plausíveis para resolver os problemas, além de comparar diferentes pontos de vista, presentes em textos analíticos e interpretativos.


d) Associar
A capacidade de associação pode ser exigida de maneiras diferentes.
Uma maneira de o Exame cobrar essa capacidade é com a interdisciplinaridade, afinal, tratamos de uma parte do exame, de “ciências humanas” que, teoricamente, não é dividido em disciplinas. 

A origem e desenvolvimento das formas de pensar e expressões culturais diretamente relacionadas às questões filosóficas e sociológicas, assim como as guerras, conquistas, grandes diásporas, formação de impérios surgem diretamente associadas aos aspectos geográficos.

Um dos aspectos que é mais trabalhado em aulas de história refere-se aos interesses envolvidos nas transformações, sejam interesses de classes sociais (plebe, nobreza, burguesia) ou de instituições (igreja, exército), que podem variar ao longo do tempo.


e) Identificar
Em determinadas questões a preocupação inicial do ENEM é com a capacidade do estudante Identificar a “situação problema” proposta, sem a qual torna-se impossível chegar a alternativa correta. Diversos momentos da história passada e presente estão associados às transformações, portanto a rupturas e envolvem interesses sociais. O mesmo se aplica as transformações espaciais e do meio ambiente, movidas por aspectos naturais ou por interesses socioeconômicos, ou ainda pela combinação de ambos. Deve-se considerar ainda os aspectos filosóficos que embasam as transformações sociais e políticas e como se alteraram ao longo do tempo, destacando-se as temáticas propostas por pensadores que são estudados no ensino médio e que trataram de temas como Estado, Nação ou Direitos Sociais. Neste ponto vale a pena reforçar a necessidade de compreender as concepções filosóficas que justificam as diversas formas de organização social e política dos Estados ao longo do tempo.

Por hoje é só! Espero ter ajudado :)
2bjs e Bons estudos! 







COMENTE PELO BLOG!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom que você chegou até aqui! ♥
Deixe a sua opinião, sugestão, críticas, elogios...
Se for blogueira, deixe o link do seu blog pra eu poder visitá-lo.
Se me seguir, avisa que eu terei o enorme prazer de seguir de volta. :)
Volte sempre!

Páginação - Não altere este gadget!